X

EM BREVE TODOS OS PRODUTOS DISPONÍVEIS EM NOSSO E-COMMERCE

Gestão e valorização de resíduos
PD&I - Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação
Manufatura Reversa Eletrônicos e Bens Pós-Consumo/Indústria
Facilities e Trabalho temporário lei 6019/74
Outros Serviços
ambipar > tratamento e destinação final de resíduos

Tratamento e destinação final de resíduos

Co-processamento

coprocessamento de resíduos industriais faz o uso destes resíduos para substituir combustíveis que são utilizados para abastecimento do forno que, durante o processo de fabricação do cimento, transforma argila e calcário em clínquer.

coprocessamento de resíduos industriais faz o uso de todos os parâmetros da combustão de forma interligada ao processo de fabricação do cimento. Dessa maneira, os fornos de cimento são capazes de receber grandes quantidades de resíduos. A qualidade do cimento não é alterada pelo coprocessamento de resíduos industriais.

Incineração

A incineração é uma técnica que visa reduzir o grande volume de lixo com mais rapidez.

Essa técnica é capaz de reduzir em até 90% o volume dos resíduos, além de eliminar todas as substancias que são consideradas de risco (como lixo tóxico), eliminando consideravelmente o risco de contaminação. â€‹â€‹ através da combustão e temperaturas que chegam até 900°C. â€‹

Aterros Industriais

Os aterros industriais destinam-se a armazenar os resíduos sólidos produzidos pelas indústrias dos mais variados segmentos.

Dotados de impermeabilização nas trincheiras, tratamento dos efluentes líquidos (chorume) e dos gases liberados pelos materiais descartados, sistema de drenagem das águas pluviais e barracões especiais de pré reciclagem, armazenagem e manutenção.

Os aterros industriais são classificados nas classes I, IIA ou IIB, conforme a periculosidade dos resíduos a serem dispostos. Determinados e classificados por análise NBR 10.004

Esse tipo de aterro não pode ser instalado em áreas inundáveis nem recarga de aquíferos, em áreas de proteção de mananciais, mangues e habitat de espécies protegidas, ecossistemas de áreas frágeis ou em todas aquelas definidas como de preservação ambiental permanente, conforme legislação em vigor.

A estrutura dos aterros industriais é composta de um sistema de dupla impermeabilização.

impermeabilização inferior é composta de manta sintética sobreposta a uma cama de argila. A manta sintética deve ter: resistência química aos resíduos a serem dispostos e as intempéries para suportar os ciclos de umedecimento; resistência à tração, flexibilidade e alongamento, suficiente para suportar os esforços de instalação e de operação; resistência à laceração, abrasão e punção de qualquer material pontiagudo ou cortante que possa estar presente nos resíduos. Precisa também de facilidade para execução de emendas e reparos em campo, em quaisquer circunstâncias.

Reciclagem

A Reciclagem é uma forma de reintroduzir na cadeia produtiva novamente resíduos que seriam descartados principalmente em aterros.

Reciclar significa diminuir a quantidade de resíduos provenientes dos produtos consumidos pelo homem.

Vantagens da Reciclagem

  • Diminuição da poluição da água, do solo e do ar
  • Redução da acumulação progressiva de resíduos
  • Reaproveitamento dos materiais
  • Melhoria da qualidade de vida da população
  • Geração de empregos
  • Formação e desenvolvimento da consciência ecológica
  • Valorização da limpeza pública das cidades
  • Responsabilidade social e ambiental
  • Utilização racional dos recursos naturais

Você Sabia?

  • Cada 50 kg de papel reciclado evita que uma árvore seja cortada
  • Para cada tonelada de papel reutilizado cerca de 20 árvores são poupadas.
  • O mesmo papel pode ser reciclado de 7 a 10 vezes.
  • As sacolas de plásticos, fornecidas nos supermercados, demoram 450 anos pra se decomporem no solo.
  • Uma lata de alumínio demora de 80 a 100 anos para se decompor.
  • O vidro pode demorar um milhão de anos para se decompor.

Autoclave hospitalar

Originalmente usado para esterilização de material cirúrgico, este processo foi adaptado e desenvolvido para a esterilização de resíduos.

Consiste em um sistema que conduz os resíduos até uma câmara estanque. No qual é feito vácuo e injetado vapor d’água (entre 105 e 150°C) sob determinadas condições de pressão.

Os resíduos após um tempo nesta câmara neste processo se tornam estéreis.

Vantagens

  • custo operacional relativamente baixo;
  • não emite efluentes gasosos e o efluente líquido é estéril;
  • manutenção relativamente fácil e barata.

Desvantagens:

  • não há garantia de que o vapor d’água atinja todos os pontos da massa de resíduos, salvo se houver uma adequada trituração prévia à fase de desinfecção;
  • não reduz o volume dos resíduos, a não ser que haja trituração prévia;
  • processo em batelada, não permitindo um serviço continuado de tratamento.

OPERAÇÃO DE ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ÁGUA E EFLUENTES INDUSTRIAIS

Composta por um time com mais de 20 anos de experiência, a Ambipar Environment está capacitada em atuar no Dimensionamento, testes de tratabilidade, Projeto Basico Hidráulico, Projeto Executivo e além da terceirização da operação de Estações de Tratamento de égua e efluentes direcionadas para o uso industrial. 

Focando na garantia do resultado, esta divisão garante um alto custo x beneficio, a eliminação de envolvimento com passivos trabalhistas, respaldo de uma equipe qualificada em testes e estudos para os dimensionamentos e operação e redução significativa dos custos operacionais.

Co-processamento



O coprocessamento de resíduos industriais faz o uso destes resíduos para substituir combustíveis que são utilizados para abastecimento do forno que, durante o processo de fabricação do cimento, transforma argila e calcário em clínquer.



O coprocessamento de resíduos industriais faz o uso de todos os parâmetros da combustão de forma interligada ao processo de fabricação do cimento. Dessa maneira, os fornos de cimento são capazes de receber grandes quantidades de resíduos. A qualidade do cimento não é alterada pelo coprocessamento de resíduos industriais.

Incineração



A incineração é uma técnica que visa reduzir o grande volume de lixo com mais rapidez.

Essa técnica é capaz de reduzir em até 90% o volume dos resíduos, além de eliminar todas as substancias que são consideradas de risco (como lixo tóxico), eliminando consideravelmente o risco de contaminação. ​​ através da combustão e temperaturas que chegam até 900°C. ​



Aterros Industriais

Os aterros industriais destinam-se a armazenar os resíduos sólidos produzidos pelas indústrias dos mais variados segmentos.

Dotados de impermeabilização nas trincheiras, tratamento dos efluentes líquidos (chorume) e dos gases liberados pelos materiais descartados, sistema de drenagem das águas pluviais e barracões especiais de pré reciclagem, armazenagem e manutenção.

Os aterros industriais são classificados nas classes I, IIA ou IIB, conforme a periculosidade dos resíduos a serem dispostos. Determinados e classificados por análise NBR 10.004


Esse tipo de aterro não pode ser instalado em áreas inundáveis nem recarga de aquíferos, em áreas de proteção de mananciais, mangues e habitat de espécies protegidas, ecossistemas de áreas frágeis ou em todas aquelas definidas como de preservação ambiental permanente, conforme legislação em vigor.

A estrutura dos aterros industriais é composta de um sistema de dupla impermeabilização.

A impermeabilização inferior é composta de manta sintética sobreposta a uma cama de argila. A manta sintética deve ter: resistência química aos resíduos a serem dispostos e as intempéries para suportar os ciclos de umedecimento; resistência à tração, flexibilidade e alongamento, suficiente para suportar os esforços de instalação e de operação; resistência à laceração, abrasão e punção de qualquer material pontiagudo ou cortante que possa estar presente nos resíduos. Precisa também de facilidade para execução de emendas e reparos em campo, em quaisquer circunstâncias.

Reciclagem


A Reciclagem é uma forma de reintroduzir na cadeia produtiva novamente resíduos que seriam descartados principalmente em aterros.

Reciclar significa diminuir a quantidade de resíduos provenientes dos produtos consumidos pelo homem.

Vantagens da Reciclagem:

• Diminuição da poluição da água, do solo e do ar

• Redução da acumulação progressiva de resíduos

• Reaproveitamento dos materiais

• Melhoria da qualidade de vida da população

• Geração de empregos

• Formação e desenvolvimento da consciência ecológica

• Valorização da limpeza pública das cidades

• Responsabilidade social e ambiental

• Utilização racional dos recursos naturais



Você Sabia?

• Cada 50 kg de papel reciclado evita que uma árvore seja cortada

• Para cada tonelada de papel reutilizado cerca de 20 árvores são poupadas.

• O mesmo papel pode ser reciclado de 7 a 10 vezes.

• As sacolas de plásticos, fornecidas nos supermercados, demoram 450 anos pra se decomporem no solo.

• Uma lata de alumínio demora de 80 a 100 anos para se decompor.

• O vidro pode demorar um milhão de anos para se decompor.



Autoclave hospitalar

Originalmente usado para esterilização de material cirúrgico, este processo foi adaptado e desenvolvido para a esterilização de resíduos.

Consiste em um sistema que conduz os resíduos até uma câmara estanque. No qual é feito vácuo e injetado vapor d’água (entre 105 e 150°C) sob determinadas condições de pressão.

Os resíduos após um tempo nesta câmara neste processo se tornam estéreis.


Vantagens 

• Custo operacional relativamente baixo;

• Não emite efluentes gasosos e o efluente líquido é estéril;

• Manutenção relativamente fácil e barata.


Desvantagens:

• Não há garantia de que o vapor d’água atinja todos os pontos da massa de resíduos, salvo se houver uma adequada trituração prévia à fase de desinfecção;

• Não reduz o volume dos resíduos, a não ser que haja trituração prévia;

• Processo em batelada, não permitindo um serviço continuado de tratamento.